Cidade do Contrabando

O projeto Cidade do Contrabando, exposto na Avenida Paulista, na Câmara dos Deputados e na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná, foi pauta de matérias em diversos veículos de comunicação. Confira a seguir:

 

Edição da Avenida Paulista [Conjunto Nacional]

Portal do G1

Pessoas com placas alertam para o dia do combate ao contrabando


Portal Riacho Grande

Matéria sobre o dia do combate ao contrabando


Site do Conjunto Nacional, no post Maquete: a Cidade do Contrabando

“Para que todos possam vivenciar e identificar o real prejuízo do contrabando, uma maquete foi instalada no Conjunto Nacional. A obra “A Cidade do Contrabando”, criada pelo artista Mauro Brincante, simula todas as benfeitorias que poderiam ser implementadas com o dinheiro perdido por conta contrabando.”

 

Edição da Câmara dos Deputados

Extra

“O Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro apresenta a exposição denominada de ‘Cidade do Contrabando’, que simula todas as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos e o dinheiro investido para a construção do Brasil que nós queremos.”


Portal da Câmara dos Deputados

“No combate ao crime, a Frente Parlamentar Mista de Combate ao Contrabando e à Falsificação e o Movimento Nacional em Defesa do Mercado Legal Brasileiro, liderado pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial e o Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade, vão lançar, em Brasília, a campanha “O Brasil que nós queremos”.

O movimento e a frente parlamentar vão trazer ao Congresso a miniexposição “Cidade do Contrabando”, que simula todas as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extinguidos e o dinheiro investido para construção do Brasil que nós queremos.”


Agência Brasil

“Como parte das atividades da campanha, as entidades também apresentam até o dia 31 de março, no Congresso Nacional, a miniexposição “Cidade do Contrabando”, que simula as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos.”


Jornal do Brasil

“Como parte das atividades da campanha, as entidades também apresentam até o dia 31 de março, no Congresso Nacional, a miniexposição “Cidade do Contrabando”, que simula as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos.”


Portal da Rádio Pajeú

“Também como parte das atividades, o Movimento e a Frente Parlamentar apresentam, pela primeira vez em Brasília, a miniexposição denominada de ‘Cidade do Contrabando’, que simula todas as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos e o dinheiro investido para a construção do Brasil que nós queremos.”


Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial

“O Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro, que é coordenado pelo ETCO e FNCP, em conjunto com a Frente Parlamentar Mista de Combate ao Contrabando e à Falsificação, uniram forças com o governo e a sociedade civil para lançar, no último dia 29 de março, a campanha “O Brasil que nós queremos”. O objetivo,  além de alertar governo e sociedade para os prejuízos causados pelo contrabando, é propor uma agenda positiva de combate a esse crime, que resulte em um país livre do comércio ilegal, onde se possa gerar mais empregos, renda, arrecadação para os Estados e condições de desenvolvimento econômico para a população.”


Valor Agregado

“Também como parte das atividades, o Movimento e a Frente Parlamentar apresentam, pela primeira vez em Brasília, a miniexposição denominada de ‘Cidade do Contrabando’, que simula todas as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos e o dinheiro investido para a construção do Brasil que nós queremos. Com o montante de R$ 130 bilhões seria possível construir mais de mil hospitais, ou 65 mil creches, ou 1,36 milhão de casa populares ou ainda 25 mil escolas públicas. A “Cidade do Contrabando” ficará exposta no Congresso Nacional até o dia 31 de março.”

 

Edição de Foz do Iguaçu

Portal do G1

Reportagem da TV RPC, afiliada da Rede Globo


Jornal Folha Regional

“A exposição, uma ‘minicidade’ construída com produtos contrabandeados, foi criada pelo artista plástico Mauro Brincante com o objetivo de mostrar as perdas do país para o contrabando. Somente em 2016, essas perdas atingiram a soma de R$130 bilhões, dinheiro que poderia ser revertido em benefício da população como escolas, postos de saúde, casas populares, entre outros.”


Jornal Roraima Hoje

“O Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro, coalizão que reúne mais de 70 entidades representativas de setores da economia afetados pela ilegalidade no país, levou para Foz do Iguaçu a exposição ‘A Cidade do Contrabando’.”


Jornal O Painel

“A maquete atraiu a atenção de centenas de pessoas que passaram pelo centro de exposições em Foz, entre elas o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que participou da abertura do evento ao lado dos governadores do Paraná, Beto Richa, de Goiás, Marconi Perilo e do Piauí, Wellington Dias.”


Click Foz do Iguaçu

“O Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro, coalizão que reúne mais de 70 entidades representativas de setores da economia afetados pela ilegalidade no país, traz para Foz do Iguaçu a exposição “A Cidade do Contrabando”, uma ‘minicidade’ construída com produtos contrabandeados e que exemplifica o que o país poderia ganhar caso os R$ 130 bilhões que são perdidos para o contrabando todos os anos fossem revertidos em benefício da população.”


 Folha de Dourados

“Também como parte das atividades, o Movimento e a Frente Parlamentar apresentam, pela primeira vez em Brasília, a miniexposição denominada de ‘Cidade do Contrabando’, que simula todas as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos e o dinheiro investido para a construção do Brasil que nós queremos. Com o montante de R$ 130 bilhões seria possível construir mais de mil hospitais, ou 65 mil creches, ou 1,36 milhão de casa populares ou ainda 25 mil escolas públicas. A “Cidade do Contrabando” ficará exposta no Congresso Nacional até o dia 31 de março.”

 

Edição da Assembleia Legislativa de São Paulo

Portal da Assembleia Legislativa de São Paulo

“No evento, estará em exposição a maquete “Cidade do Contrabando”, que simula todas as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos e o dinheiro investido na construção do Brasil que nós queremos.”


Site do deputado Jorge Caruso

“No evento, estará em exposição a maquete “Cidade do Contrabando”, que simula todas as benfeitorias possíveis se o contrabando e o comércio de produtos ilegais fossem extintos e o dinheiro investido na construção do Brasil que nós queremos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *